Ilha de Itamaracá

   

  Itamaracá na lingua tupy significa: ""Pedra  que canta",  tem  a  Ilha uma forma de caroço de manga com 65 Km2 (segundo o IBGE).
A sede Municipal, a 20 metros de altitude,  tem posição geográfica determinada pelo paralelo de 7 graus e 45 minutos da latitude Sul,  na interseseção com o meridiano  de 34 graus e 49 minutos de  longitude  Oeste.   Entre  os  principais  acidentes   geográficos, destacam-se: o Oceano  Atlântico,  o  Canal de Sãnta Cruz  e a Barra de Catuama.  O clima é tropical,  com temperatura variando entre máximas de 28 graus C. e mínimas de 20 graus C.

Nove anos antes do Descobrimento,  (1491) portuguêses "moraram em Itamaracá e tinham aí  casas de alvenaria".  Isso é o que se lê no 1o. Processo  Judicial,  quando se discutia, no Tribunal Bayone, na França, em tôrno dos crimes do Navio La Pélerine.

Mais de 8 anos antes da chegada do Donatário da Capitania de Pernambuco,Duarte Coelho Pereira,  a  Ilha  já  era  habitada  por  portuguêses;  pois em 1526,  o  Pe. Francisco  Garcia celebrava  missa  na  Igreja de Na. Sa. da Conceição,  construida no núcleo hoje  conhecido como Vila Velha(Sede da capitania de Itamaracá. A vila foi construída no sítio de um fortim e fundada em 1534 por João  Gonçalves.); à  margem  do  Canal de Santa Cruz.  Em 1540,  a Feitoria de Itamaracá foi  elevada à categoria de Vila pelo  Cap. Governador João Gonçalves. Daquela época até o final do seculo XVI,  foi o período de "ouro" da Ilha,  graç as às riquezas obtidas pela grandiosa produção de açucar de seus engenhos.  Renascentes deles existem na forma de banguê, moendo e produzindo mel, açúcar bruto e aguardente: o engenho  São João e o engenho Amparo. Nos primeiros anos do domínio holandês em Pernambuco a Ilha foi invadida  e  transformada  em  celeiro  das tropas flamengas,  entretanto o seu  "Forte de Orange"  (Construido  pelos  holandeses em  1631  e  que  recebeu este nome em honra ao Príncipe  holandês Frederico  Henrique  de  Orange,   tio  de  Maurício  de  Nassau),   depois Fortaleza  de  Santa  Cruz  de  Itamaracá,    permaneceu   inexpugnavel  tendo  passado  ao domínio português sem ter sido derrotado.

Em 1763,   D. João  V  comprou  para  corôa  portuguêsa  todo  território  da  Ilha,  por 4.000 cruzados.   O  Distrito  foi  criado  em  01  de  maio  de  1866,   pela  Lei  Provincial  no. 676.

Em 1940 foi iniciada a construção do atual presídio, que se tornou importante à medida que seu funcionamento começou a influenciar benèficamente tôda a comunidade.

O Município foi criado em 31 de dezembro de 1958, pela Lei Estadual no. 3.338. Emancipado a partir de 1 de janeiro de 1959, desmembrado do município de Igarassu em 15 de março de 1962 e istalado em 17 de mesmo mês e ano, graças ao projeto no. 67, de 14 de abril de 1958, aprovado pela Assembléia Legislativa de Pernambuco, de autoria do Deputado, Senador e Governador Paulo Pessoa Guerra.

A partir de 17 de março de 1962, Itamaracá foi investida na categoria de cidade (EMPETUR) 01 de janeiro de 1959 (José Lopes em História e segredos de uma Ilha).

Desde  o  início  de  1968  foi  considerada  pela   Emprêsa  de   Turismo  de  Pernambuco-EMPETUR, como Município de Interêsse Turistico  do  Estado de Pernambuco.

* Breve a página mais completa sobre a Ilha estará no ar!

Hotel Pousada de Itamaracá - Desde 1991
Rua Fernando Lopes, 205 - Pilar - Ilha de Itamaracá - PE
Fones: (+55 81) 3544.1152/ 3224.6959
e-mail:
hotel@pousadadeitamaraca.com.br